segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Danilo Gentili do CQC afirma que...

Danilo Gentili, um dos integrantes do humorístico CQC, já foi evangélico. Era membro de uma Igreja Batista, onde foi Líder dos Jovens e Pregador da Palavra.  Seu projeto de vida era ser Pastor Evangélico.

Segundo o próprio Gentili, após conhecer os "bastidores do meio Gospel", se decepcionou e rompeu com o movimento .

Embora, afirme que sua decepção foi com a instituição e não com Deus.

Danilo é um contestador nato do casal Hernandes da Igreja  Renascer. Sua 1º experiência com os Hernandes, foi no "S.O.S da Vida", no final da década de 90. Ele afirma que: eu e meu amigo fizemos uma faixa de 7 metros e escrevemos “$.O.$. da Vida”.  Durante o show, o Hernandes começou a falar: ‘Levantem as faixas, vamos ver! Olha lá aquela lá, que grandona. Levantem aí’. Era a nossa”, lembrou.Segundo Danilo, assim que Hernandes entendeu a mensagem da faixa, ele mandou os fiéis a rasgarem agressivamente.


Pessoal, ele afirma que o seu rompimento é com a igreja ( instituição ) e não com Deus...
Gostaria de saber a opinião dos irmãos, quanto à possibilidade de rompimento com a igreja e ao mesmo tempo preservar seu relacionamento com o Senhor.


Irmãos! saem de cima do muro e vamos trocar percepções...ok!
Por favor, opinem....

Carlos Herrera

9 Deixe seu comentário!:

CARLOS HERRERA disse...

Depois vou deixar minha opinião ...........

René disse...

Herrera,

Em minha opinião, essa possibilidade existe, sim. E não é só uma possibilidade: é uma verdade!

Jesus disse: "Ainda tenho outras ovelhas, não deste aprisco; a mim me convém conduzi-las; elas ouvirão a minha voz; então, haverá UM REBANHO E UM PASTOR" (Jo 10). De que rebanho o Senhor está falando? De alguma instituição denominacional? Não! Ele fala do rebanho daqueles que ouvem a Sua voz!

Aí, alguém argumenta: "Mas a Palavra diz que não devemos deixar de nos congregar!". Isto está correto, mas o significado de congregar tem se perdido na tradição! A própria Palavra diz que Jesus está onde estiverem dois ou três reunidos em Seu nome. Então, o primeiro critério para definição de congregar é se reunir em nome de Jesus, não em nome de uma instituição. Jesus vai mais longe e diz que, se duas pessoas sobre a terra (podem estar distantes uma da outra) pedirem algo ao Pai, em Seu nome, Deus atenderá tal pedido!

O resto é fácil de inferir...

Abração e Paz!

Sandra Herrera disse...

Carlitos,

É possível sim, romper com a denominação igreja e preservar o relacionamento com Deus. Não é frequentando assiduamente a igreja que chegaremos ao Pai. Portanto também vós mesmos, como pedras que vivem, sois edificados casa espiritual para serdes sacerdócio santo, a fim de oferecerdes sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por intermédio de Jesus Cristo" (1 Pedro 2:5).
Jesus não morreu para estabelecer alguma instituição. Ele morreu por mim e por vc onde um dia estávamos "mortos" no pecado mas que agora "temos" a salvação e a esperança de vida eterna (Romanos 5:8; 1 Coríntios 6:19-20).

Vale lembrar que contudo não acabou por aqui, temos que rever nosso dia-a-dia, observando e reciclando nossas ações, comportamentos e atitudes para com Deus e para com o próximo.

PRÓXIMO! é essa a palavra chave.

De sua e sempre Sandra Herrera!

CARLOS HERRERA disse...

PERGUNTEI SE HAVIA POSSIBILIDADE DE ROMPER COM A IGREJA E MANTER O RELACIONAMENTO COM DEUS.

BOM, ANTES DE TUDO, QUERO DIZER QUE NÃO ESTOU ME REFERINDO A SALVAÇÃO....ESTE É UM CAMPO MINADO QUE JAMAIS PISAREI...ESTÁ SOB DOMÍNIO DIVINO..

*QUANTO A PERGUNTA...SIM, CREIO QUE HÁ POSSIBILIDADE DE ALGUÉM MANTER SUA RELACIONALIDADE COM DEUS, FORA DO ARRAIAL.
*POIS, NOSSA COMUNHÃO COM O SENHOR, INDEPENDE DE ESTARMOS OU NÃO FREQUENTES NA IGREJA...

*CLARO QUE ESTA PESSOA TEM QUE TER UMA MATURIDADE ESPIRITUAL ELEVADÍSSIMA, PARA NÃO CAIR NO DESANIMO...PORTANTO, CREIO QUE NÃO É O RECOMENDÁVEL...NÃO IMPORTA SE CONGREGAMOS NUM MOVIMENTO COMO O CAMINHO DA GRAÇA..UMA BATISTA OU PRESBITERIANA.. SE ALI PREGA-SE A PALAVRA DO SENHOR, COM SABEDORIA E TEMOR...ESTE AMBIENTE TORNA-SE PRODUTIVO, MESMO COM TODAS OS PROBLEMAS QUE UMA COMUNIDADE LOCAL POSSA HAVER..
*PORÉM, ANTES DE TUDO DEVO SABER DISTINGUIR A DIFERENÇA ENTRE IGREJA E IGREJAS....PARA QUE POSSA ENTENDER QUE ESTAR NA IGREJA NÃO ME FAZ IGREJA....MUITOS ESTÃO MAS NÃO SÃO IGREJAS....

INDICO ESTE LINK..
http://www.youtube.com/watch?v=N2-tdPkaJtE

Pr. Matias disse...

Quando se perde o alvo, que é Cristo, a igreja realmente vai decepcionar.... é composta por pessoas, que são falhas...

O pior é que ele já conhece a verdade, então, a cobrança vai ser maior...

abraços...

Rita disse...

Paz,
Sinceramente sim,existe possibilidade desde que a pessoa tenha se convertido tendo como alvo Jesus,a reconciliação com Deus por meio do sacrifício,e o amor...se a razão for religiosidade por certo a queda é inevitável.
Faço coro com meu amigo e irmão René.
Até porque sou uma sobrevivente cristã fora do arraial religioso, minha relação com o Pai não está vinculada a denominações graças ao Senhor que tem me ensinado a luz de sua palavra viva e eficaz que cada um de nós dará contas de si...
O congregar vai além de templos e religiosidades vãs...

Obrigado por sua visita,volte sempre será grande alegria para mim.
Que o Senhor continue abençoando sua vida!!

Felipe Costa disse...

Acredito que o rompimento com a instituição não necessariamente atrapalha o relacionamento com Deus. Se resgatarmos a denúncia profética, lida em Amós, Miquéias, Isaías e Jeremias veremos, principalmente neste último, que o relacionamento com Deus se dá na vivência da fé prática no dia-a-dia e não no templo (cf. Jeremias 7).

Creio que seja muito importante freqüentarmos um ambiente onde haja pessoas com os mesmo ideais em busca do mesmo Alvo. No entanto, que seja como um oásis no deserto, onde nós os peregrinos nesta Terra (Hebreus 11.13) se refrescam e buscam forças para continuar a caminhada "no mundo".

Creio que não seja fácil para alguém pensante, porém não discipulado ainda, ficar na igreja. O que estão chamando de "igreja" hoje em dia está longe de ser Igreja. Infelizmente.

Felipe Costa disse...

Em tempo, antes que digam que fugi da Igreja rs., sou membro ativo de uma igreja e pastoreio jovens.

CARLOS HERRERA disse...

concordo contigo Felipe