terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

O Circo das Vaidades Humanas e Sua Origem.


O homem é um ser vaidoso.
Salomão diz que o conteúdo do homem é só vaidade.
Por causa dessa vaidade a humanidade têm criado metas e rankings que devem sempre ser quebrados.

Quando um atleta ganha uma competição, nem sempre por dentro desse atleta, encontramos alguém satisfeito com seus resultados e números. Mas quando além de ganhar uma medalha esse atleta também quebra um recorde mundial, aí sim, vemos a satisfação completa desse esportista.
É a vaidade de deixar sua marca para o mundo.

O homem reconhece a beleza e a torna como produto.
Uma bela mulher ao ser fotografada ainda passa por retoques fotográficos virtuais.
Uma linda flor ao ser vendida pelo florista ganha coloridos laços e gotas de perfume, sabia?
Determinam-se o quanto podem ser belas a mulher e a flor com retoques, up grades e reformas.
A vaidade transforma a beleza nalgo com valor mercadológico e vendável.

Mas porque o homem é assim?
A pergunta deveria ser; ‘Mas porque o homem FICOU assim?!’

Deus criou o homem segundo a Sua imagem e semelhança segundo as Escrituras, certo? Então isso quer dizer que o homem era ‘perfeito’ em seu conceito básico como ser vivo (e não como indivíduo como se pensa e se prega nas religiões humanistas). Porém um dia essa perfeição foi corrompida na mentira.

Veja o que a bíblia relata:
"Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa de quem a sujeitou," (Romanos 8: 20).
Ou seja, o homem caiu não por sua vontade e conceito, mas porque foi deixado enganar por satanás.
Sim, a vaidade tem origem em satanás, portanto a vaidade é satânica!

Veja esse texto comigo:
"Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniquidade em ti." (Ezequiel 28 : 15)  esse versículo não se refere ao homem, mas a satanás. Podemos notar que nesse esclarecedor texto o profeta Ezequiel declara que satanás caiu por causa do pecado, porém antes de sua queda, era perfeito, pois foi criado por Deus.

Mas não foi qualquer pecado que o instigou a se rebelar.
Note agora esse texto narrado por outro profeta atribuído a satanás:
"Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo." (Isaías 14: 14)
Um ser que foi criado por Deus e ciente disso que era, só pode se sentir igual ou maior que seu Criador se estiver cheio de um sentimento: VAIDADE!

Podemos então concluir que quem inseriu este sentimento no coração do homem foi satanás.
A presunção de ser semelhante ao Altíssimo (Deus) foi a mesma arma que usou contra a primeira mulher (Eva) no Jardim do Édem.
"Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que dele(fruto) comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal." (Gênesis 3:4, 5)
Sim, Adão e Eva ficaram conhecendo bem e mal, mas não como o inimigo indicara em sua mentira como nós até hoje sabemos. Ele proferiu uma grande mentira travestida de uma meia verdade. Pois o homem junto com o conhecimento que adquiriu ganhou também o fruto de sua desobediência mostrando então que o pecado original , ao contrário do que se pensa, é a DESOBEDIÊNCIA e a INDEPENDÊNCIA de Deus.

Isso quer dizer que a vaidade não é apenas um pecadinho como se imagina por aí (Aliás, não existe esse negócio de pecadinho, ok? Tire isso de sua cabeça!), mas sim a ponte para todos os outros pecados e sentimentos contrários ao Senhor e aos seus ensinamentos e ordenanças.

Que seja então a nossa oração a Deus:
"Afasta de mim a vaidade...” (Provérbios 30: 8)

Wendel Bernardes

11 Deixe seu comentário!:

CARLOS HERRERA disse...

Olá pessoal

hoje, postei esse ótimo texto do maninho Wendel...

boa leitura!

Conexão da Graça disse...

Muito bom o texto do Wendel Herrera, numa época de reverenciação a performance nos leva a uma séria reflexão de quais são verdadeiramente as intenções subjetivas do nosso coração pra tanto empenho e desgaste projetado para os alvos que estabelecemos.

Um abração, Franklin

Wendel Bernardes disse...

Sou obrigado a concordar com o Herrera e o Franklin, o texto é mesmo ótimo.... ops, quero dizer, não é isso....

Quero concordar que precisamos refletir sempre em nossas metas e ideias sobre a Caminhada, pra não nos deixar levar pela burrice da vaidade!

(Colou?... rsrsrsrs)

disse...

Bom, tudo é vaidade debaixo deste sol, mas temos que administrar bem este lado que sempre se une com a vontade da carne. Adorei o texto do Wendel!

RODRIGO PHANARDZIS ANCORA DA LUZ disse...

Também gostei do texto. Mas cabe aqui uma pergunta para refletirmos: por que muitas vezes o homem se deixa enganar pela vaidade?

Acho que a resposta pode estar na carência não resolvida de nossas emoções, o que induz o homem a buscar o preenchimento em coisas externas que não o satisfazem, ao invés de encontrar-se com Deus no seu interior.

A vaidade é também uma compulsão. Por exemplo, o vaidoso nunca cosnegue s satisfação nas coisas que procura. Se ele quer dinheiro, o que acumula nunca é insuficiente. Se é o prazer sexual, ele nutre o desejo por novas parceiras e experiências.

Verdade é que a vaidade pode cegar o entendimento do homem, fazendo com que ele projete seus desejos para as coisas aparentes da vida ao invés de procurar a própria Vida. Logo, é uma fuga, a negação da realidade.

René disse...

Herrera,

O assunto abordado pelo Wendel é muito importante. A vaidade (soberba) é pecado!

Mas vou discordar da afirmação final dele: "o pecado original... é a DESOBEDIÊNCIA". Vejo a desobediência como conseqüência da soberba, não como origem da queda. O que é a desobediência? É o descumprimento da lei (neste caso, "Não comerás"). E como Jesus define o pecado? Pelo descumprimento da lei (desobediência), ou pelo sentimento que se desenvolve no coração da pessoa, independentemente de se infringir, ou não, a lei (Mt 5.20ss)?

Entendo que o sentimento que se desenvolve no coração da pessoa, independentemente de se infringir, ou não, a lei, é a soberba. É ela que nos faz olharmos para nós mesmos como tão perfeitos quanto Deus, gerando a incredulidade na infinita superioridade de Deus em relação a nós. É ela que nos faz viajar em pensamentos sobre coisas que nos dêem prazer, a despeito das outras pessoas e do próprio Criador.

Então, entendo que a soberba, que sempre gera incredulidade, é o nosso pecado original. E a incredulidade gera separação entre nós e Deus.

O mais interessante é que, no último parágrafo, o Wendel sugere exatamente isto, ao dizer que a vaidade é a ponte para todos os outros pecados.

Abração e continue na Paz!

Wendel Bernardes disse...

Renezinho,
uma coisa leva a outra meu bom...
Se sou soberbo a ponto de crer que posso ser maior, melhor, ou mesmo igual a Deus, desobedeço suas propostas e caio onde?

Na vaidade... claro que "soberba" e "desobediência" são coisas diferentes, mas uma não vive sem a outra, logo entendemos que os dois sentimentos estavam presentes tanto no coração do homem ao cair, quanto no de satanás ao gerir a queda!

Ah, meu Deus... dá-me amigos descomplicados Oh, Pai!

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

René disse...

É que eu gosto das coisas muito bem explicadinhas, nos seus... míííínimos detalhes!!! rsssssssssss

CARLOS HERRERA disse...

Rssss detalhista esse menino...

quanto a mim... to fora...
vcs que revolvam isso ai rssss..

a politica me manda dizer...ambos estao corretos, cada um na sua perpesctiva rsss

CARLOS HERRERA disse...

ninguem perguntou rsss,mas minha opinião

lucifer era um querubin, um guardião do trono de Deus da mais alta patente....além de ser um arquetipo, exemplo e modelo de "perfeição e sabedoria"..tambem seu caminho era perfeito... não havia nada que o desabonasse

Até que num determinado momento da sua existência...ele nao se contentou em ser tudo isso enumerado acima...agora ele não queria ser mais adorador,mas o centro da adoração.... arquiteta uma rebelião contra Deus, para usurpar o seu trono... portanto,o pecado foi a soberba que o conduziu a rebelião

Quanto ao homem,o pecado original :
na essencia - foi a desobencia ( pois comeu do fruto proibido),

e no fundamento -foi a soberba pois queria ser igual a Deus...


ou vice -versa rsss

abraços

Anônimo disse...

http://13dfgsdfg57.com/