terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Um breve mergulho na eternidade !

Hoje, decidi fazer uma teodisséia, em outras palavras...uma viagem em Deus, um mergulho na eternidade passada.

Posso imaginar a cena:

A trindade em peso está reunida, é o sexto dia da criação. 


Todas as coisas estão criadas, céus, terra e mar....reino mineral, vegetal e animal. E, o Pai, o  Filho e o Espírito Santo conferem os dados aferiveis, os detalhes pormenorizados de tudo que fora criado até o momento e todos são unânimes numa conclusão:
" tudo era bom".  

Mas faltava algo, para que a obra da criação fosse perfeita e completa. Então o Pai, se levanta, toma a palavra e diz:   " Façamos o homem a nossa imagem e conforme nossa semelhança" .

Tudo o que existe, foi criado por meio da sua palavra. Ele disse "haja e houve", numa sincronia perfeita entre a inexistência completa e a existência absoluta, uma a uma, todas as coisas passam a existir mediante a palavra imperativa que sai da sua boca. No entanto, ao criar o homem,  Deus o faz de um elemento pré-existente, inorgânico e sem vida: o Pó da Terra.
Ele poderia criar o homem com o poder da sua palavra, como as demais coisas, mas não...  decidiu faze-lo com suas próprias mãos, conferindo cada detalhe, as minúcias e as anuncias da sua grande obra!

Como o "maior dos escultores", mete a mão na massa, se envolve nesse projeto audacioso!

E, a medida que Ele faz o homem, sonha! 
Imagino, o sorriso estampado no seu rosto e assim como todo Pai, que projeta o futuro do filho, naquele instante sonhava:
"Este, a quem faço a minha imagem e semelhança, será meu amigo... irá me adorar na beleza da minha santidade e sua adoração não será inócua, pois será em espírito e em verdade" Aleluia!

Diante do corpo inanimado e sem vida, Deus encosta sua boca nas narinas e sopra:  
O fôlego divino, em segundos, viaja por todo corpo humano,  trazendo vida e fazendo o homem alma vivente....


Enfim, a obra está concluída, o Senhor fecha com chave de ouro e o homem torna-se a "Coroa de toda Criação".

Os sonhos divino não foram totalmente frustrados na queda. Pois, Deus não perdeu sua velha mania de sonhar,  e o seu  projeto em nós não se encerrou na salvação. Muito pelo contrário, hoje, o que o Senhor  mais deseja é que cheguemos um dia a    " varão perfeito, à medida da estatura completa de Cristo ".

Com toda nossa limitação, ainda somos o Projeto de Deus!   Amém!

Nele, mediante a ordem imperativa do Pai, trouxe a existência todas as coisas, pois tudo foi feito por Ele e sem Ele nada se fez !

Carlos Herrera

10 Deixe seu comentário!:

CARLOS HERRERA disse...

assim é: feitos a imagem do criador...

com isso não me refiro a imagem fisica...pois Deus é espírito, ou seja, incorporeo, invisivel e sem substancia material...

simplesmente utilizei da linguagem antropoformica para descrever a Deus,de maneira humanizada, para que eu "finito" venha a ter um sereno de entendimento do "infinito"


abraços do divagador rss

15 de fevereiro de 2011 07:43

René disse...

Belo passeio, Herrera!! Assim é!!

O mais interessante é que o homem não foi formado do nada, como todas as outras coisas. Ele contém, em si mesmo, um 'cadinho' do resto da Criação!

Abração e Paz!

Carlos Carvalho disse...

A paz do Senhor Jesus,
Excelente esta postagem, e o conteúdo deste abençoado Blog !
Já estou seguindo com certeza, e já indiquei para alguns amigos e vou continuar a divulgar. Vai ser vitórias para todos!

Aproveito a oportunidade
Para lhe convidar para ser
Mais um amigo da “ROCHA”

www.afamilianarocha.blogspot.com
www.cristinaalvescantora.blogspot.com

Fique com Deus!

disse...

Lindo Herreira, muito bom. E assim, vamos caminhando até chegar a estatura de varão perfeito. Paz querido!

Cida Kuntze disse...

Ótimo texto Carlos, o Senhor não desiste de nós, mesmo com tantas quedas desde a criação, Ele está sempre pronto a nos perdoar e ajudar.

Tem selinho pra você lá no meu blog.
Abraços!

Conexão da Graça disse...

Herrera, lendo seu texto me lembrei de uma vez quando um pregador havia pregado sobre o tema de que "somos pó", e então no final quando foi fazer uma oração ele disse:"Senhor, abençoa essa poeirada que se reúne aqui nesta noite!"rsrsrs. Foi muito hilário mano.Valeu, graças a Deus Ele não desiste desse monte de poeira que somos nós!Um abraço, Franklin

Metodistas disse...

Bom dia Herrera!
Muito obrigado por estar seguindo o meu blog Teologizar, tentei seguí-lo com o Teologizar mas não consegui, pois o sistema me redireciona para seguir com outro blog que tenho (Poetizando...).

Metodista Calvinista:
Essa "coisa de "estar" na Metodista e "ser" Calvinista, aparentemente no mínimo contraditória, tem causado espanto, críticas e chacotas, rssss...

A questão é que eu já era Calvinista antes de vir para a Metodista (sou novo na Metô. Fiz um ano agora em fevereiro, e eu não sou Ministro Metodista, apesar da roupa clerical. Essa foto é um antrerior a minha vinda para a Metô, e não é só um privilégio dos clérigos e sacerdotes, mas tbm dos Teólogos).

Amado, eu optei por não abrir mão da linha Teológica que construí durante o periodo da faculdade. Eu estudei em uma faculdade de linha Protestante Reformada.
Boa parte do corpo docente, Além do Diretor (propritário da faculdade, e professor de História da Igreja), eram Calvinistas. Entre eles: Júlio Zabatiero, Luis Longuini Neto, Ricardo Quadros Gouvêa, Carlos Eduardo Calvani, Luis Grecco Teixeira, José Bitencourt Filho... São eles, Reverendos Presbiterianos, Sacerdotes Anglicanos e Teólogos ( sem Ministéio).
Antes da faculdade eu pertenci a duas igrejas difrentes (uma da "teoria da prosperidade" e a outra do "G12"), e construí a minha personalidade Teológica na Faculdade. Daí essa influência, ou, como eu prefiro dizer: "HERANÇA TEOLÓGICA'.

Me desvinculei da útima igreja (G12) por incompatibilidade Doutrinária, e fiquei dois anos "desigrejado". Então recebi o convite de um ex-professor (Reverendo Metodista), do qual me tornei amigo pessoal, para vir para a Metodista dirigir uma congregação como Evangelista, uma vez que eu havia sido pastor na IIGD ("teoria" da prosperidade) e depois numa igreja batista "renovada"(G12). Então vc pode perguntar: "porque vc não foi para uma Igreja Presbiteriana"? A resposta é: Eu tentei, mas todas asa igrejas Presbiterianas que encontrei na minha região entavam se "renovando". Então caí fora, e por ironia do destino, a Igreja Metodista da 4ª região (Minas-Espírito Sqanto) está entrando no G12, e até onde tenho informação,
a Região que compreende o Rio de Janeiro também está. O que que eu vou fazer? Não sei! Só sei que não quero mais trocar de igreja. Outra coisa que sei, é que que amo a Igreja Metodista. Vou esperar para ver como fica. A minha experência com o G12 sabe que as igrejas que entram nessa "linha", ou retornam ao original, ou acabam se dividindo (pois G12 é sinônimo de facção, divisão, discórdia, queda, brigas destruição, exageros, transes, fantasias, profetada e profeteiros, "teoria da prosperidade", "cair no espírito", falar e orar em "linguas", demonização das coisas, da sociedade e do outro, PORCARIAS QUE SÓ REBAIXAM O CRISTIANISMO À RELIGIÃO DE 2ª CATEGORIA...)

Pois é Herrera, essa é a minha história Medotista Calvinista...
Aproveite e imprima esse meu testemunho, e partilhe com os nossos irmãos na sua sala de aula. Isso dá um bom debate na aula de Eclesiologia, ou até mesmo em outra matéria, é só adaptar. É uma ótima oportunidade de para analisar a "Identidade dos Cristãos na Pós-Modernidade", e da "Nova Face da Igreja Brasileira".

Abçs e Paz meu amado. O Senhor te abençoe e te guarde.
Sucesso nos estudos. O Brasil carece de ótimos Tólogos, que com a mente aberta e progressista, não secundarize o Reino de Deus. Ou seja, Teólogos comprometidos com o Evangelho e com a Sociedade, e antenados para detectar as armadilhas doutrinárias e para os "sopros de doutrinas", sobre os quais nos alertou o Apóstolo Paulo.
Me deculpe se fui agressivo, ou se ataquei algum ponto em que vc acredita. Apesar de possíveis divergêngias, ainda assim podemos ser amigos, pois somos irmão, e pode haver unidade na diversidade.

Foi um grande prazer "falar" contigo!

Cláudio Nunes Horácio disse...

Mano, passei pra te dizer que já liberei os comentário no meu blog, se puder e quiser vá lá tá bom? Graça e paz.

CARLOS HERRERA disse...

Olá rev.Austri

O prazer foi meu em conhece-lo mais..
Hoje, tá muito dificil acharmos uma comunidade para congregarmos..

Pois há uma paganização no meio evangélico. até alguns os protestantes reformados estão se descaracterizando.

bom fim de semana..volte mais vezes para compartilharmos as verdades de Cristo!

Cláudio Nunes Horácio disse...

Mano, tem um MEME literário lá no blog para você. Abração.