sexta-feira, 23 de setembro de 2011

O que é igreja?



Creio que é necessário, edificante e sadio para nossa saúde espiritual, nos ajuntarmos em torno de Cristo. Claro, desde que façamos com consciência, responsabilidade e principalmente com "espontaneidade", visando tão somente a comunhão (Kononia) entre os irmãos, objetivando o compartilhamento das experiências com o Senhor, no pleno exercício dos dons.  


Não importa o local geográfico da reunião! Pois, seja em casa, seja na igreja, o ideal é nos reunirmos pautados na liberdade conquistada por Jesus na cruz.


Contudo, nunca devemos nos esquecer, que o verdadeiro templo, habitação e morada do Espírito Santo, Somos nós!  Posto isto, significa dizer que estar na igreja institucional, não é o mesmo que ser igreja


Porque muitos estão e não são, outros são e não estão, mas há os que estão e são igreja.

À partir do momento que compreendermos, que a igreja jamais teve o "poder" de transformar o homem em igreja, passaremos a discernir o seu papel relevante, de simplesmente  "viabilizar ajuntamentos em torno de Cristo" .


E, o ato de cultuar a Deus nas nossas assembleias, deve ser a expressão do processo continuo e permanente que vaza do verdadeiro culto, que brota dentro de cada um de nós! 


Bom fim de semana!

Carlos Herrera

2 Deixe seu comentário!:

Conexão da Graça disse...

Mano, transcrevo abaixo parte de um texto que escrevi e que deu a maior polêmica.

O termo original no grego usado para Igreja (ekklesia), não possuía nada em especial. Era apenas uma assembléia popular da democracia ateniense na Grécia Antiga, aberta a todos os cidadãos homens com mais de dezoito anos, sendo que, todas as classes de cidadãos podiam participar dela.

Concernente ao emprego da palavra no cristianismo, pode-se dizer que Ecclesia, palavra latina que quer dizer igreja, curral ou abrigo de ovelhas, era a "assembléia por convocação, reunião, ajuntamento dos primeiros cristãos, a comunhão cristã”.

Na verdade, a igreja só é Igreja conforme o propósito de Jesus, quando ela é promotora do resgate da liberdade do ser humano como indivíduo criado a imagem e semelhança do Criador. Quando ela quer formatar, esteriotipar, cercear, e mais uma longa lista de "AR", ela tornou-se instrumento de prisão e consequentemente do inferno.

Valeu, um abraço!

CARLOS HERRERA disse...

Fala Mano Franklin!

Concordo contigo....igreja deve ser instrumento de ajuntar-nos em torno de Cristo, afim de expressarmos o carater de Cristo na coletividade! O que passar disso é engodo!